Causas da psoríase e fatores desencadeantes conhecidos

Posted on

Além disso, são diversos os fatores que podem desencadear os sintomas, desde estresse até infecções, dependendo do grau do problema e do próprio organismo do paciente.

O estresse é um ativador comum da psoríase, até porque a própria doença pode ser considerada um fator estressante. No entanto, estresse emocional, traumas ou irritações na pele, infecções na garganta, baixa umidade do ar ou alguns medicamentos podem aumentar ou iniciar os surtos a doença. Estresse emocional pode desencadear os dois problemas e não há cura para ambos, mas apenas controle. Controlar o estresse emocional e realizar pequenas coisas que trazem felicidade e bem-estar pode ajudar. Costuma ser desencadeada após uma infecção estreptocócica ou viral do trato respiratório superior ou amidalite, gripe, varíola, imunizações, trauma físico, estresse emocional e administração de drogas antimalária. Esta técnica promove o relaxamento muscular, podendo aliar o estresse (um dos fatores desencadeantes dos surtos da Psoríase). A psoríase é uma doença crônica e mesmo os pacientes que estão momentaneamente sem lesões continuam sendo portadores. Assim, não se pode ter certeza de que pais portadores de psoríase terão filhos propensos a desenvolver a doença. Não, porque as causas da doença ainda não estão totalmente esclarecidas e, na maioria dos casos, a pessoa já nasce com uma programação genética para ter ou não ter psoríase.

Causas da disidrose e fatores de risco

  • O que é psoríase.
  • Fatores de risco.
  • Tipos.
  • Sintomas.
  • Tratamento.

O estresse, o desequilíbrio emocional, com certeza estão envolvidos com a psoríase.

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;) Atuação do estresse na psoríase O estado emocional de uma pessoa que possui psoríase é determinante em seu controle. A psoríase é uma doença inflamatória da pele, benigna, crônica, relacionada à transmissão genética e que necessita de fatores desencadeantes para o seu aparecimento ou piora (principalmente no inverno). Lembrar do aspecto não contagioso da doença, dos fatores desencadeantes, tais como estresse, frio, exposição excessiva ao sol, algumas doenças (diabetes não controlada, surtos infecciosos), e uso de alguns medicamentos. Estresse, frio, exposição solar excessiva, abuso de álcool e infecções também são fatores que podem exacerbar a doença. Alguns fatores podem agravar a doença como clima frio, estresse, infecções, fármacos como beta-bloqueadores e glicocorticóides e a obesidade. A causa exata da psoríase permanece controversa, mas acredita-se ser uma combinação de genética, infecções, estresse emocional e sensibilidade da pele. Um exemplo a ser destacado é o da Psoríase, uma das dermatoses crônicas mais pesquisadas classificada no grupo das psicodermatoses, cujo fator emocional foi identificado como agravante da doença. Muito provavelmente a questão emocional atua como um importante fator desencadeante da Psoríase em pessoas com certa predisposição genética para a doença. Muito embora os médicos não indiquem algum tratamento psicológico, mesmo aceitando que o estresse e a ansiedade podem agravar o quadro dessa doença.

Causas da psoríase e fatores desencadeantes conhecidos

  • Nos casos mais graves pode ser-lhe prescrito um tratamento farmacológico. Trata-se neste caso de um tratamento sistémico. Atenção! O tratamento que lhe for prescrito é específico, não deve fazer automedicação.

É muito importante esclarecer sobre a evolução da psoríase, seus fatores desencadeantes, os tratamentos disponíveis e também sobre o envolvimento emocional que existe.

As lesões podem ser causadas por vários fatores, como a reação a medicamentos, infecções, ferimentos na pele e, principalmente, o estresse. CURIOSIDADESDia 29 de Outubro é o dia Mundial da Psoríase, onde profissionais fazem palestras para a conscientização das pessoas em relação ao preconceito.- Estresse emocional.- Traumas ou irritações na pele. A psoríase tem relação com os incendiários do passado, mas essa é apenas uma das causas que não necessariamente vão se manifestar em todos os portadores da psoríase. Estratégias de coping e níveis de estresse em pacientes portadores de psoríase. Na somatização o paciente apresenta sintomas físicos, mas após vasta investigação não há uma doença orgânica, apontando para a causa desse sintoma ter um relação emocional. Nessas doenças, as situações de estresse e o lado emocional do paciente estão muitas vezes relacionados com a intensificação dos sintomas. Paula Marsicano – Estresse não é a causa da psoríase, mas naqueles pacientes que possuem psoríase, o estresse pode piorar o quadro. De fato, o estresse é um dos grandes fatores que causam piora da psoríase. Além da genética, estão envolvidos na evolução da doença: fatores psicológicos, estresse, exposição ao frio e uso de certos tipos de medicamentos.

Causas do estresse

  • A psoríase é mais comum em homens ou mulheres?

Alguns fatores relacionados ao estilo de vida, histórico familiar, instabilidade emocional e algumas doenças podem desencadear e/ou agravar esta comorbidade.

Assim, uma pessoa pode desencadear a psoríase apenas pelo estresse emocional, acarretando em alterações fisiológicas, principalmente do sistema imune, que levam à doença. 3 CONCLUSÃO A partir dos dados e do conteúdo apresentados neste artigo, retirados de revisões bibliográficas, pode-se concluir que a psoríase pode ser desencadeada por fatores emocionais. A psoríase sendo uma doença psicossomática pode ser desenvolvida ou agravada pela depressão, estresse do dia-a-dia no trabalho, em casa, no trânsito, nos estudos, e outros. Evitar fatores desencadeantes ou agravantes das lesões é de suma importância, entre eles: infecções bacterianas; distúrbios dos íons no sangue; determinados medicamentos; uso de bebidas alcoólicas e fumo; estresse. Fatores emocionais como ansiedade, estresse, e externos como luz artificial e uso de boné em excesso, também podem contribuir para o desgaste do seu cabelo, causando, consequentemente, a queda capilar. Entre as possíveis causas, está uma predisposição genética que seria estimulada por fatores desencadeantes, como o estresse emocional e fenômenos auto-imunes. No entanto, estresse emocional, traumas ou irritações na pele, infecções na garganta, baixa umidade do ar ou alguns medicamentos podem aumentar ou iniciar a doença. Para quem ainda imagina que a psoríase é uma doença emocional, será uma surpresa saber que não é mais considerada uma doença de pele. Algumas pessoas ainda crêem que a psoríase é uma doença de fundo emocional.

Causas e fatores de risco

Dor de ouvidos – Causa emocional da doença – Raiva; não querer ouvir (causas emocionais das doenças)

Fatores psicogênicos/emocionais Estresse psicológico, apesar de não ter relação causa-efeito muito clara, é frequentemente relatado como precedente e agravante da Psoríase. Há também outros eventos que podem precipitar um surto: amigdalite, gripe, varíola, imunizações, trauma físico, estresse emocional e administração de drogas antimalária. Os fatores ambientais mais comuns são: queimadura solar grave, traumatismo físico, clima frio, estresse emocional e infecções. Não é possível prevenir, pois as causas da Psoríase ainda não estão totalmente esclarecidas e, na maioria dos casos, já se nasce com uma predisposição genética à doença . Pessoas com psoríase precisam saber que não têm uma doença contagiosa e que o estresse favorece o aparecimento das crises. CAUSAS E FATORES DESENCADEANTES Drauzio – Quais são as causas da psoríase? Causas Além da genética, outros fatores estão envolvidos no aparecimento e evolução da doença. Lembrar do aspecto não contagioso da doença, dos fatores desencadeantes, tais como estresse, frio, exposição excessiva ao sol, algumas doenças (diabetes não controlado, surtos infecciosos) e uso de alguns medicamentos. Causas Há o fator genético, mas fatores psicológicos, estresse, exposição ao frio, uso de determinados medicamentos e ingestão alcoólica podem piorar o quadro. As crises também podem ser precipitadas por traumas menores, cirurgia, fadiga, estresse emocional e outros distúrbios clínicos menores, tais como uma infecção. O estresse também é um dos fatores importantes pois há fortes suspeitas de que ele colabora muito para o aparecimento da doença. Além da predisposição genética, outros fatores como irritações na pele, infecções de garganta, baixa umidade do ar, ingestão alcoólica e o estresse podem desencadear ou agravar o problema.